domingo, 17 de abril de 2016

Mel de incenso 2016



O final de 2015 foi marcado por uma certa desilusão no que toca à produção de mel de verão, quando se esperava um ano como já não se via há muito, eis que o verão nos desfraldou com produções muito baixas para aquilo que seria de esperar. As causas para isso poderão ter sido os dias anormais de chuva que tivemos. Embora pessoalmente esperasse que essa chuva viria apenas ajudar na contínua produção de néctar de trevo, vejo que foi chuva excessiva, que fez com que as abelhas em grande número dentro das colmeias fossem consumindo as reservas. O que safou um bocado a situação em 2015 foi um mel de incenso que em abril encheu alguns “potes”.

2016 Começou com um inverno muito rigoroso. Foram cerca de 3 semanas de intensa chuva, nevoeiro e até um furacão. Logo após o furacão começou o bom tempo e com ele (na ultima semana de janeiro) veio a floração de incenso. Ora, não sei se quem tem uma abordagem mais profissional à apicultura estava preparado para tão repentina floração. Confesso que de todos os apicultores que tenho conhecimento, incluindo eu, foram apanhados ‘de calças na mão’ com colmeias sem ter sequer esboçado um tímido arranque. Este facto atrasou muito a preparação das colmeias e muitos não conseguiram recuperar as colmeias a tempo de uma boa produção embora tivesse havido muitos dias de sol em fevereiro e março. Quem tem abelhas em zonas quentes pode ter o privilégio de dizer que ao menos produziu algum mel.
E assim foi a nossa primavera. Que venha o verão…

Sem comentários:

Enviar um comentário